Jornal dos EUA contesta números oficiais do novo coronavírus no Brasil - JNnotícias

Publicidade

Ultimas

AdCash

adcash Confira

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Jornal dos EUA contesta números oficiais do novo coronavírus no Brasil



Jornal dos EUA contesta números oficiais do novo coronavírus no Brasil

Brasil no topo do ranking de países mais afetados pela doença





 Um estudo brasileiro divulgado pelo jornal americano aponta que o Brasil pode ter atualmente mais de 16.00000 pacientes com covid-19, esse número que inclui uma estimativa das subnotificações da doença ultrapassa o de casos confirmados nos Estados Unidos e colocaram o Brasil no topo do ranking de países mais afetados pela covid-19, a projeção divulgada hoje pelo ao sítio ou é baseado em um estudo da faculdade de medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo de acordo com a publicação o Brasil pode ter até 16.00000 casos de covid-19 tornando-se assim o epicentro da pandemia. 

 Hoje os Estados Unidos país com mais casos confirmados, no Brasil é alta e que o baixo número de testes para identificar os doentes e depois isolados contribui para o aumento dos casos ainda de acordo com o estudo o Brasil realiza 1.600 testes para cada um milhão de pessoas atualmente nos Estados Unidos esse número é de 20 mil e duzentos por um milhão no território americano apesar do número de mortes diárias pela covid-19 continuar alto a ordem em muitos, estados é retomar as atividades depois de muitos dias reclusão na Casa Branca voltou a agenda de viagens hoje foi para o Arizona para as pessoas do nosso país. 

 Vacinas para combater o covid-19: os americanos anunciaram que começaram a testar as doses em voluntários americanos segundo as fabricantes se for comprovada a eficácia da vacina poderá ser distribuída para a população dos Estados Unidos ainda neste ano, em Nova York uma decisão inédita foi tomada para evitar o aumento do contágio pela primeira vez em 115 anos o metrô vai fechar durante a madrugada nesta quarta-feira as 5 horas da manhã para que os vagões sejam higienizados segundo a Prefeitura de Nova York os moradores de rua que passaram a usar os vagões como abrigos serão transferidos para locais permanentes o estado que tem o maior número de vítimas da covid-19 no país incluindo + 1700 mortes que foram registradas em asilos e não tinham sido contabilizados desde o dia primeiro de março quase 5 mil pessoas morreram em casas de repouso de Nova York.






Click Below. Leave a donation for the site!
By PayPal



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Confira