Fatos desconhecidos sobre o governo de Donald Trump - JNnotícias

Publicidade

Ultimas

AdCash

adcash Confira

sábado, 18 de abril de 2020

Fatos desconhecidos sobre o governo de Donald Trump



Fatos desconhecidos sobre o governo de Donald Trump


O NYT observou em 28 de março que, mesmo com uma melhoria importante na capacidade de triagem durante os EUA, "hospitais e clínicas em todo o país ainda devem negar exames a todos aqueles com indicadores mais brandos, tentando preservá-los para os casos mais graves, provavelmente normalmente deve esperar por semana por benefícios ". Trump questionou o presidente da Coréia do Sul quanto ao número de kits possível a partir de cem mil criados diariamente no país. Não obstante, "ter a chance de diagnosticar a doença alguns meses após sua absoluta revelação foi divulgada pela China pouco para lidar com o porquê. Os EUA não foram capazes de fazê-lo mais rapidamente, quando isso pode ter ajudado a reduzir o número de vítimas da pandemia".

A administração Trump revela novos indicadores federais, descrevendo uma abordagem trifásica para restaurar constantemente o comércio e os serviços habituais, com cada fase durando não menos de 14 dias, mas apenas para destinos com testes potentes e observando uma diminuição nos casos COVID-19. [457]

O jornal, Richard Horton, escreveu em um tweet bastante que o financiamento mantém “contra a lei em oposição à humanidade. Cada cientista individual, praticamente todo funcionário de saúde e condicionamento físico, todo cidadão deve resistir e se rebelar em oposição a essa terrível traição à solidariedade mundial. ”

Michigan: É descrita uma perda adicional de vida por coronavírus dentro da condição, uma pessoa idosa do Condado de Washtenaw que passou por circunstâncias subjacentes nos cuidados de saúde.

mil. Antes de compartilhar informações confidenciais, você definitivamente deve estar em um site do governo federal. Esta página é segura. O https: // garante que você esteja se conectando ao site oficial e que qualquer informação que você apresente seja criptografada e transmitida com segurança.

Em 30 de janeiro, a Empresa Mundial de Bem-Estar (OMS) nomeou o surto de coronavírus que se originou em Wuhan, na China, uma emergência de saúde geral da comunidade, preocupada com preocupações internacionais. A afirmação elogiou a "incrível" reação chinesa. [Noventa] A OMS também introduziu uma declaração que incorporava: "O Comitê acredita que, no entanto, é provável interromper a propagação de vírus, apresentou que locais internacionais colocaram em posição ações sólidas para detectar precocemente o distúrbio, isolar e resolver situações, rastrear contatos e medidas de distanciamento social do mercado, proporcional à chance.

Na verdade, quando os republicanos da propriedade tentaram desligar o governo no outono de 2013 como um meio de impedir a implementação de sua Lei de tratamento com preços razoáveis, Trump foi uma líder de torcida pelo esforço.

"As ações de gerenciamento da China buscam adquirir mão-de-obra quebrando corretamente a cadeia de transmissão - impedindo o atendimento de pessoas infectadas e inclinadas", conclui o Prof.

 Tony Fauci descarta que Donald Trump declare que os medicamentos contra a malária podem ser um 'presente de Deus' para o coronavírus e afirma que o presidente está conversando sobre 'esperança', não importando se 'basicamente funciona'

As doenças para esses tipos de transferência de patógenos entre espécies estão maduras em mercados úmidos, típicos em aspectos da Ásia, África e América Latina.

A Indonésia fechará suas portas para chegadas internacionais em uma tentativa do Aqui e controlará a propagação do coronavírus, enquanto o local projeta levar para casa mais de 1.000.000 de nacionais. Trabalhando no exterior. Tatan Syuflana, AP

A pesquisa, que ainda pode ser impressa em uma revista revisada por pares, utilizou dados de Hubei e modelagem estatística. Os pesquisadores estavam particularmente interessados ​​em indivíduos que não confirmaram nenhuma indicação e, como resultado, interagiram regularmente. O escritor do guia Prof. Wu Tangchun resume suas conclusões:

Mas esse é um argumento bastante diverso do que o que ele fez nos últimos tempos em auxílio a paralisações lideradas pelos republicanos sob o governo Obama.

Várias empresas nos EUA já estão envolvidas há muitos anos preparando a região, juntamente com outras nações, para epidemias e pandemias. Entre eles, está definitivamente a Coalizão para Melhorias da Preparação para Epidemias, cofundada por causa da Fundação Fatura e Melinda Gates, Wellcome Belief, Comissão da ue. Devido ao fato de 2017, ele foi experimentado para fazer uma abordagem de plataforma para trabalhar com doenças epidêmicas emergentes, como o COVID-19, que pode permitir o aprimoramento rápido da vacina e a investigação da imunidade em resposta a surtos.



Colunista: João santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Confira